sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Fórum Regional discute o desenvolvimento

Terminou há cerca de uma hora a primeira etapa do 9º Encontro do Fórum de Desenvolvimento Regional que acontece nesta sexta-feira, 4, no auditório da Policlínica Municipal, em Cataguases. Reúne representantes de onze municípios da Zona da Mata e foi aberto pelo prefeito de Cataguases, William Lobo de Almeida, que destacou a união como forma de crescimento conjunto da região. Agora a tarde haverá discussões de propostas que serão inseridas no projeto final que será apresentado no Encontro em Miraí, no dia 25 de próximo.

Em seu pronunciamento o prefeito William lembrou as ações de seu governo que incentivam o desenvolvimento, salientando ao final que “este Fórum é bastante significativo porque ele parte do princípio de que é preciso união do todos os municípios para o crescimento da região”, salientou.  Para a consultora de comunicação e responsabilidade social da Votorantim Metais, Lílian Santana, o Fórum alcançou plenamente seus objetivos. “Estamos muito  satisfeitos porque percebemos um grande engajamento, um envolvimento muito expressivo das pessoas em todas as etapas do fórum. Por causa disso tenho certeza que vamos colher bons frutos para toda a região, principalmente porque este evento, em suas edições anteriores conseguiu promover a interação dos municípios participantes e esta troca de experiências já está produzindo projetos paralelos”, contou entusiasmada.

A palestra da manhã tratou o tema desenvolvimento e foi ministrada por Rafael Luchesi, graduado em Administração pela UFMG e atua desde 1993 em projetos de desenvolvimento local e na gestão de negócios e empreendedorismo. Ele destacou que o desenvolvimento precisa “do envolvimento pessoal de cada um”. A partir daí ele citou a integração regional como sendo um dos pilares deste crescimento. “Precisamos, principalmente, enfatizar o que temos de bom e conhecer aquilo que deve ser melhorado. A partir daí, devemos ter a consciência de que somos capazes de resolver nossos problemas  porque é o somatório de todos que levará ao desenvolvimento”, assegurou.
A última ação do período da manhã foi a separação dos participantes em seis equipes que debateram, cada uma, um eixo temático de desenvolvimento, a saber: Desenvolvimento Agropecuário; Turismo; Preservação Ambiental; Industrialização e Comércio; Educação e Qualificação e Infraestrutura.

2 comentários:

  1. Uma Pergunta a Sra. Lilian Santana, Aonde está a Tão prometida fábrica de aluminio para alavancar o desenvolvimento da cidade de Cataguases ? provavelmente ela não sabe dessa promessa que está sendo feita a decadas, que Desenvolvimento é esse ?

    ResponderExcluir
  2. Prejudicado pela CBA4 de novembro de 2011 19:15

    Este comentário é direcionado a Votorantim. Por favor expliquem a população que o dinheiro que seria investido na fábrica de óxido de alumínio foi todo investido na fábrica da Votorantim em SP. A única coisa que vcês fazem por aqui é enganar o povo com conversa fiada. Os empregos que seriam gerados em Cataguases, aproximadamente 2000 entre empregos diretos e indiretos foram todos para SP. O dinheiro gasto para o acesso a fábrica e a nova ponte que está completamente perdida no meio do nada saiu do bolso do contribuinte.

    Respondam a população:
    1- Quando a fábrica vai ser contruida?
    2- Porque levam nossas riquezas e nada fazem de concreto pela região?
    3- Porque tantos processos trabalhistas?
    4- Porque o funcionário da CBA na região que exerce a mesma função em SP tem que ganhar muito menos aqui?
    O povo está completamente insastifeito com a presença de charlatões como a Votorantim na região. SE MANDEM OU A POPULAÇÃO TIRA VOCÊS A FORÇA!!!! RESPONDAM A POPULAÇÃO SE TIVEREM UM MÍNIMO DE DIGNIDADE.

    ResponderExcluir